sábado, 17 de março de 2012


A Festo é líder mundial em tecnologia de automação e líder de desempenho em treinamento industrial e programas de ensino.
A Festo se inspira na natureza para desenvolver seus projetos, recriando hábitos comportamentais de seres vivos.
Produtos inovadores
Balonismo
Pesquisa, desenvolvimento, tecnologia
Produção e logística
Design de produtos


quinta-feira, 15 de março de 2012

Arduino


Arduino é uma plataforma open-source de prototipagem eletrônica baseada em hardware e software fácil de usar . É destinado a qualquer pessoa interessada em criar objetos ou ambientes interativos. 

Ele pode sentir o ambiente através da recepção de entrada a partir de uma variedade de sensores e pode afetar os seus arredores por luzes, motores e outros atuadores. O microcontrolador na placa é programado usando a linguagem de programação Arduino (baseada em C/C++ ) http://arduino.cc/en/Main/Software.

Exemplos de projetos:
Links relacionados:

domingo, 11 de março de 2012

IRobot é uma empresa de robótica, tanto doméstica como militares. O Robô mais popular é o Roomba, um robô aspirador de pó.
Considerado por muitos o primeiro robô a chegar ao publico. Veja no vídeo o que esse pequeno robô é capaz de fazer.


Outro Robô de destaque da iROBOT é o iROBOT 110, um robô que se infiltra em ambientes dos mais diversos.

sábado, 10 de março de 2012

Um Mecha, é um Robô de ficção científica para grandes caminhadas, geralmente bípede, ou sobre esteiras e formas de animais. Usado também para batalhas em todos os tipos de terrenos.


Mech Warfare

É uma competição de robótica diferente de qualquer outro visto antes. O objetivo é criar uma real concorrência de combate robótico que espelha os cenários encontrados nos universos Sci-Fi, como Battletech, Warhammer 40k e Armored Core. Esta competição vai colocar os participantes de cada lado, em uma pilotagem personalizada na escala 1/24th com robôs armados com sistemas de armas de Airsoft e armas mais sofisticadas, como foguetes, lança-chamas e sistemas de armas de projéteis de CO2. Pioneira numa nova era de competição de robótica onde a habilidade, estratégia e engenharia desempenham um papel importante no sucesso de cada participante.

Alguns dos Mechas mais vistos

sexta-feira, 9 de março de 2012

Vídeo muito bom
Boston Dynamics é uma empresa de engenharia especializada na construção de robôs dinâmicos e software para simulação...


Vamos esperar para ver o produto final dos experimentos. (http://www.bostondynamics.com/bd_index.html)

quarta-feira, 7 de março de 2012

Bioloid Robotis

Bioloid é um kit de robótica educacional produzido na Coreia pela ROBOTISA plataforma Bioloid consiste de componentes e pequenos, servomecanismo modulares chamados os Dynamixels AX-12A, que podem ser utilizados em uma ligação conjunta para construir robôs de várias configurações, tais como rodas, patas, ou robôs humanoides. O Robô é programado com RoboPlus - software baseado em C/C++. O sistema Bioloid é, portanto, comparável à LEGO Mindstorms e VEXplorer kits. A plataforma está em uso pela Academia Naval dos EUA em seus cursos Engenharia Mecânica, e também é popular na RoboCup competição internacional de robótica.

terça-feira, 6 de março de 2012


Robótica Evolucionária
Robótica Evolutiva é uma nova técnica para a criação automática de robôs autônomos. É inspirado no princípio Darwiniano de reprodução seletiva do mais apto. É uma nova abordagem que olha para robôs autônomos como organismos artificiais que desenvolvem suas próprias habilidades em estreita interação com o meio ambiente sem qualquer intervenção humana. A robótica evolutiva faz uso de ferramentas como redes neurais, algoritmos genéticos, sistemas dinâmicos, e bio-engenharia mórfica. (fonte: http://mitpress.mit.edu/catalog/item/default.asp?ttype=2&tid=3684 )

Imaginem a ficção de O milagre veio do Espaço virando realidade...Pois é, com a Robótica Evolucionária isso será possível.
 A solução de um problema através de algoritmos genéticos utiliza um processo evolucionário (a solução é desenvolvida).
O algoritmo começa com um conjunto de soluções (representadas por cromossomas) chamados população. Soluções de uma população são utilizadas para formar uma nova população. Isto é motivado pela esperança que a nova população será melhor do que a primeira. Soluções que são selecionadas para formar novas gerações de soluções são selecionadas de acordo com sua adequação - quanto melhores, mais chances de reprodução terão.


  1. [Início] Gere uma população aleatória de n cromossomas (soluções adequadas para o problema)
  2. [Adequação] Avalie a adequação f(x) de cada cromossoma x da população
  3. [Nova população] Crie uma nova população repetindo os passos seguintes até que a nova população esteja completa
    1. [Seleção] Selecione de acordo com sua adequação (melhor adequação, mais chances de ser selecionado) dois cromossomas para serem os pais
    2. [Cruzamento] Com a probabilidade de cruzamento cruze os pais para formar a nova geração. Se não realizar cruzamento, a nova geração será uma cópia exata dos pais.
    3. [Mutação] Com a probabilidade de mutação, altere os cromossomas da nova geração nos locus (posição nos cromossomas).
    4. [Aceitação] Coloque a nova descendência na nova população
  4. [Substitua] Utilize a nova população gerada para a próxima rodada do algoritmo
  5. [Teste] Se a condição final foi atingida, pare, e retorne a melhor solução da população atual
  6. [Repita] Vá para o passo 2

segunda-feira, 5 de março de 2012

Como sobreviver à Revolta dos Robôs


Revolução industrial


Ao longo do processo a era da agricultura foi superada, a máquina foi superando o trabalho humano, uma nova relação entre capital e trabalho se impôs, novas relações entre nações se estabeleceram e surgiu o fenômeno da cultura de massa, entre outros eventos.
Estamos prestes a testemunhar uma revolução robótica que será tão marcante como foi a Industrial e Informatica juntas.

 Para os japoneses, os robôs não são apenas ferramentas industriais, eletrodomésticos e brinquedos. Eles são uma parte de sua cultura, valorizados como formas de entretenimento e arte. (KUSAHARA 1998) 

Toyoda Sakichi (1867-1930, fundador da cadeia de empresas Toyota, era um mestre Karakuri, e foi através destes meios que ele desenvolveu métodos engenhosos de reduzir o tempo de inatividade que se tornou a base da linha de produção Toyota.



Podemos ter como exemplo o Robô da Honda chamado de ASIMO. 
A Honda desenvolveu um novo sistema que é uma tecnologia fundamental para a inteligência avançada, que avalia de forma abrangente as entradas de vários sensores que são equivalentes às funções visuais, auditivas, táteis e os sentidos de um ser humano, em seguida, estima a situação do meio ambiente e determina o comportamento correspondente do robô. Com esta tecnologia, ASIMO tornou-se capaz de responder ao movimento de pessoas e as situações ao redor. Por exemplo, o ASIMO irá parar sua ação atual e mudar seu comportamento para acomodar a intenção da outra parte. Além disso, a coordenação entre sensores visuais e auditivos permitem ASIMO, reconhecer as vozes de várias pessoas que estão falando simultaneamente, o que é difícil mesmo para um ser humano a realizar. 

Com esses recursos, o ASIMO dá um passo para a utilização prática em um ambiente onde convive com as pessoas.


Outro exemplo é o professor robô  Engkey,  que ensina inglês e foi criado para substituir os professores estrangeiros.
Kim Mun-sang é diretor do Programa de Robótica do Instituto de Ciência e Tecnologia financiado pelo governo da Coreia, em Seul. Ele explica como o robô funciona. "Nós temos uma tecnologia de percepção", disse Kim. "Podemos detectar o movimento do professor de Inglês. Assim como o professor move sua mão, o robô levanta a mão, se o professor, por exemplo, ri , podemos detectar a expressão de rir. Então o robô pode fazer exatamente como a professora de Inglês faz. " Kim diz que Engkey também tem um modo autônomo, em que ele pode reconhecer a fala Inglês de um aluno e identificar se a  pronúncia esta correta. Kim diz que por causa da forte ênfase da Coréia do Sul na aprendizagem de Inglês, os robôs podem compensar a escassez de professores estrangeiros.

Será que estamos preparados para essa Revolução?
Por enquanto estamos "protegidos" pelo vale da estranheza (é uma hipótese no campo da robótica e da animação 3D que diz que quando réplicas humanas se comportam de forma muito parecida — mas não idêntica — a seres humanos reais, elas provocam repulsa entre observadores humanos. Fonte:http://pt.wikipedia.org/wiki/Vale_da_estranheza


A melhor saída para uma Revolta dos Robôs seria voltar para a idade da pedra. Então reze para uma tempestade solar acontecer no dia "R".



Os robôs poderão exterminar os seres humanos no futuro?

Cientistas dividem opiniões ao falar da relação homem x máquina. Para alguns, será o fim da humanidade, como conhecemos hoje.
Maquinas dominando humanos. Hoje isso é impossível, mais pode se tornar realidade no futuro. Enquanto muitos pesquisadores da área da ciência da computação discordam sobre o caminho que as máquinas percorrerão, alguns cientistas dizem que a nossa relação com elas provavelmente será harmoniosa, e não assassina - como nos filmes.

Acredito que não precisa ter um QI alto para perceber que a raça Humana esta destruindo o planeta, e que temos vários outros caminhos para que isso não ocorra. Infelizmente o ser Humano é facilmente corruptível, coisa que não acontece com uma maquina que age pela logica.

Robos já superam os Humanos em grandes montadoras de carros e etc...
 
Michael Dyer, um cientista da computação da Universidade da Califórnia, já não vê a relação homem x máquina com bons olhos. Ele acredita que, algum dia, os seres humanos serão substituídos pelas máquinas, e o pior: que essa transição pode não ser nada pacífica.
 
O progresso contínuo na pesquisa de inteligência artificial vai tornar os robôs tão inteligentes quanto nós nos próximos cem anos. "Civilizações avançadas chegarão a um ponto de inteligência suficiente para compreender como o seu cérebro é feito, e então construir versões sintéticas de si mesmas", prevê Dyer. Isso seria causado pelo próprio ser humano através de tentativas biotecnológicas para conseguir a própria imortalidade - e essa oportunidade de "não morrer" pode ser demais para a humanidade suportar.
 
Dyer sugere, por exemplo, que uma nova corrida armamentista do sistema robótico poderia resultar em total descontrole. "No caso da guerra, por definição, o lado inimigo não tem controle dos robôs que estão tentando matá-los". Nesse caso, assim como a Skynet, as armas eletrônicas podem se voltar contra os fabricantes. Ou, em um outro exemplo, uma situação de super dependência dos robôs também pode sair do controle: caso uma fábrica controlada por robôs receba uma ordem (humana) para desligar suas operações, os robôs podem se recusar aos comandos e, assim, desencadear uma guerra.

domingo, 4 de março de 2012


Braço Robótico de Lego NXT
LEGO Mindstorms é uma linha do brinquedo Lego, voltada para a educação tecnológica.
Sou iniciante no mundo da mecatrônica, não entendo quase nada de linguagens de programação e só consegui fazer esse robo, graças a simplicidade do NXT-G programa que acompanha o Lego Mindstorms.


A principio esse robo só teria que achar e pegar o objeto, mais eu "quase" consegui modificando o programa, fazer com que o robo alem de pegar empilhar.