segunda-feira, 5 de março de 2012


Os robôs poderão exterminar os seres humanos no futuro?

Cientistas dividem opiniões ao falar da relação homem x máquina. Para alguns, será o fim da humanidade, como conhecemos hoje.
Maquinas dominando humanos. Hoje isso é impossível, mais pode se tornar realidade no futuro. Enquanto muitos pesquisadores da área da ciência da computação discordam sobre o caminho que as máquinas percorrerão, alguns cientistas dizem que a nossa relação com elas provavelmente será harmoniosa, e não assassina - como nos filmes.

Acredito que não precisa ter um QI alto para perceber que a raça Humana esta destruindo o planeta, e que temos vários outros caminhos para que isso não ocorra. Infelizmente o ser Humano é facilmente corruptível, coisa que não acontece com uma maquina que age pela logica.

Robos já superam os Humanos em grandes montadoras de carros e etc...
 
Michael Dyer, um cientista da computação da Universidade da Califórnia, já não vê a relação homem x máquina com bons olhos. Ele acredita que, algum dia, os seres humanos serão substituídos pelas máquinas, e o pior: que essa transição pode não ser nada pacífica.
 
O progresso contínuo na pesquisa de inteligência artificial vai tornar os robôs tão inteligentes quanto nós nos próximos cem anos. "Civilizações avançadas chegarão a um ponto de inteligência suficiente para compreender como o seu cérebro é feito, e então construir versões sintéticas de si mesmas", prevê Dyer. Isso seria causado pelo próprio ser humano através de tentativas biotecnológicas para conseguir a própria imortalidade - e essa oportunidade de "não morrer" pode ser demais para a humanidade suportar.
 
Dyer sugere, por exemplo, que uma nova corrida armamentista do sistema robótico poderia resultar em total descontrole. "No caso da guerra, por definição, o lado inimigo não tem controle dos robôs que estão tentando matá-los". Nesse caso, assim como a Skynet, as armas eletrônicas podem se voltar contra os fabricantes. Ou, em um outro exemplo, uma situação de super dependência dos robôs também pode sair do controle: caso uma fábrica controlada por robôs receba uma ordem (humana) para desligar suas operações, os robôs podem se recusar aos comandos e, assim, desencadear uma guerra.